sexta-feira, junho 22, 2007

profecia crepuscular




* * * *
fumaças do progresso dissipadas pela luz mortiça.
as feições agonizantes do crepúsculo insistem
em derramar sua melancolia nos fatigados tecidos urbanos.

* * * *

6 comentários:

Lou Mello disse...

E, apesar do desastre ambiental, a fotografia continua linda. Esse desavisado planeta insiste em viver e ser belo.

Natália Nunes disse...

ótimo post, alisson!

adorei a combinação das imagens com as palavras.
palavras crepusculares mesmo...

bjo!

Felipe Fanuel disse...

É fácil interpretar imagens com legendas como essas. Tenho dificuldade em ler imagens de maneira objetiva, prefiro acreditar na polissemia dos textos imagéticos. Aí estará o poético olhar descompromissado com a razão e compromissado os sentimentos, com aquilo que os sentidos insistem em comunicar a todo o seu corpo. Sua legenda, portanto, está mais para este lado do que para aquele.

Forte abraço.

P.S.: Foi muito agradável o nosso bate-papo pelo msn.

Janete Cardoso disse...

O homem segue , profanando a criação de Deus...
Beijo!

fchagas disse...

Pra ver imagens como estas precisa de sensibilidade. Parabéns pelo post! Fotografia é um sonho antigo. Da natureza então! destaco a primeira,pois, me causou tremor e temor.

Alysson Amorim disse...

Temor e tremor. A mim também. É um tanto quanto apocalíptica.