terça-feira, junho 19, 2007

Senhor, venha o teu Reino!

Dostoievski, Crime e Castigo (a tradução é da citação de Brennan Manning em "O Evangelho Maltrapilho", Ed. Textus - Tradução: Paulo Purim - O Brabo, da Bacia da Almas)

"No último julgamento Cristo nos dirá: ´Vinde, vós também! Vinde, bêbados! Vinde, vacilantes! Vinde, filhos do opróbrio.´ E dir-nos-á: ´Seres vis, vós que sois a imagem da besta e trazem a sua marca, vinde porém da mesma forma, vós também.´ E os sábios e prudentes Lhe dirão: ´Senhor, porque os acolhes?´ E Ele dirá: ´Se os acolho, homens sábios, se os acolho, homens prudentes, é porque nenhum deles foi jamais julgado digno´. E Ele estenderá os seus braços, e cairemos a seus pés, e choraremos e soluçaremos, e então compreenderemos tudo, compreenderemos o Evangelho da graça! Senhor, venha o teu Reino".

* * * *

5 comentários:

Lou Mello disse...

Para começar pela ordem de importância, Jesus todos sabem onde foi parar. Dostoievski só tem reconhecimento mais de um século depois, o Manning não é lá um dos autores preferidos, a não ser pelos maltrapilhos de carterinha e o Brabo acaba de ser preterido em favor de uma tradutora reconhecidamente reacionária. Em fato, ainda não compreendemos o evangelho da graça.

Anderson J. Leal Moraes disse...

"Em fato, ainda não compreendemos o evangelho da graça"

Endossando o que disse o Lou:

Isso pois a Graça é a beira do imcompreensível, do ilógico e do inaceitável.

Natália Nunes disse...

Nossa, que bofetada!

Felipe Fanuel disse...

Esse Dostoievski é um gênio mesmo!

Eu tenho o A assinatura de Jesus, do Manning...

Janete Cardoso disse...

E quem é digno Dela?