sexta-feira, março 23, 2007

Cebolinha e os heróis

Nunca tive admiração pelos heróis. Preferia a Turma da Mônica aos quadrinhos do Homem Aranha ou do Super Homem. Talvez porque nunca me enxerguei naqueles heróis fortes e galantes; identificava-me era com o Cebolinha, que além de tropeçar nas palavras sempre terminava as histórias coberto de estrelas e com mais um plano infalível esmagado pela força impiedosa da Mônica.

Não tenho o braço forte do Super Homem e daí nasce minha antipatia por ele, que se converte logo em ódio profundo quando constato que num sussurro e ele pode ter nada menos que Lois Lane enlaçada naqueles braços.

“Espelho, espelho meu...” e o espelho – como são cruéis os espelhos – abre sua boca franca para meter uma espada no coração da minha alma narcísica.

Se gosto do Cebolinha, confesso, é porque ele tem menos cabelo do que eu, joga futebol pessimamente, é incapaz de pronunciar uma frase sem cometer um erro glotesco, e não consegue conquistar o coração nem de uma menina feiosa como a Mônica.

O Cebolinha é um alívio.

* * * *

6 comentários:

Janete Cardoso disse...

O Super homem é lindo, forte e ainda resolve todos os problemas ao redor. Mas nunca tive inveja da Lois Lane,porque pessoas dissimuladas nunca me atraíram. Não tem sentido um ser com tantos atributos, ficar fingindo que é um idiota e ainda esconder sua fraqueza, como se ela não existisse, afinal, todo mundo tem um tipo de criptonita!
O Cebolinha é um invejoso! O sujeitinho fala elado, é feio, careca e ainda gasta o tempo dele, maquinando planos para prejudicar a amiga!
Voto na Mônica! É feia, gorda e dentuça(ops, me identifiquei!) porém, apesar das investidas do moleque contra ela, a menina sempre vence no final! È feia, mas tem bom coração!rsrsrs Ela sempre perdoa o Cebolinha!
bjs

Felipe Fanuel disse...

Muito boa esta postagem!

Fiquei a lembrar do Cascão, meu personagem favorito das criações do Maurício de Souza. O interessante é que eu nunca tive problemas em tomar banho, mas sempre me identifiquei com a personalidade dele que, embora excluído, sempre procurava um lugarzinho para si.

O Cebolinha para mim sempre foi uma piada. Não suportava vê-lo errando as palavras. Dava vontade de corrigi-lo. Da Mônica eu tinha ódio, principalmente porque é muito parecida com as pessoas com as quais sempre me dei mal na escola: aqueles que só querem saber de usar a força.

Superman? Que nada! Sempre preferi o Condorman, Homem Aranha e o Capitão América e Mulher Maravilha. Tirando o último, gostava mais dos que têm forma animal, talvez porque era mais real para mim. As estrelas no geral me fascinam, deve ser por isso que gostava do Capitão América. A Mulher Maravilha é uma paixão antiga. Nunca concordei dela ser associada ao Superman. Ela merece coisa melhor! hahaha Hoje acho que casei com a própria Mulher Maravilha. (rsrsrs)

Desculpe-me tomar o espaço do comentário para falar de mim, mas fiquei tão empolgado ao ler suas confissões que regredi um pouco.

Mariangela disse...

Hahahaha, amo o Cebolinha e a Mônica!

Falando como ele fala é dificil não rir e simpatizar, né? :D

Bjo! ;**

Alysson Amorim disse...

Amigos,

Aprendemos um pouco de nós ao relembrarmos as personagens da nossa infância, nossas antipatias e simpatias por eles.

O Cebolinha me agradava pq tornava esse doloroso exercício humano da comparação algo confortável (rsrs)

O Cascão, bem lembrado Felipe, o Cascão é uma figura, engraçadíssimo.

Quanto a Mulher Maravilha... mais uma belíssima razão pra odiar o Superman (rsrs)

Abraços. Que o lado agradável destas personagens acompanhem-nos nesta semana.

Adriana Lisboa disse...

Como o ponto de vista é algo profundamente subjetivo! Vc se identifica com o Cebolinha... ok... aceito. Entretanto, desde que te conheci o único personagem que me vem a mente é Aragorn em O SENHOR DO ANÉIS. Conhece?
Aragorn é lindo, docemente forte e fortemente doce. É inteligente e só fala quando necessário por isso de sua boca só se ouve palavras sábias. Ele é leal e sua honra está acima de tudo, Aragorn é fascinante e faz toda diferença no enredo do filme... exatamente como vc em nossas vidas.
Bjoss

Alysson Amorim disse...

Dri,

Ainda bem que ponto de vista é "algo profundamente subjetivo" rsrs

Me sinto engrandecido com comparação tecida do seu ponto de vista, especialmente porque ele (seu ponto de vista) é bastante privilegiado.

Bjs. =)